Este site tem certas restrições de navegação. Recomendamos o uso de navegadores web como: Edge, Chrome, Safari ou Firefox.

É um prazer te ter por aqui. Navegue pelo nosso menu para encontrar seus produtos favoritos! ✨

O que é produtividade cristã?

Hey, propositivos e propositivas! Como prometido em nosso post inaugural (já leu? se não, clique aqui), um dos nossos objetivos aqui é aprofundar temas relacionados ao propósito da Purpose Paper como empresa. E um dos conceitos mais importantes e centrais para tudo o que fazemos por aqui é o conceito de produtividade cristã, ou melhor, propositividade! Vamos refletir nele juntos?

Um conceito com três elementos principais

Para nós da Purpose Paper, produtividade cristã significa “administrar os nossos recursos, da melhor maneira possível, para a honra e glória de Deus”. Para melhor compreendermos a profundidade deste conceito, destrinchamos ele em três elementos: O que?, Como? e Para quê?

O que é administrar?

É fazer uma boa gestão dos recursos que Deus nos deu (dons, recursos materiais, talentos, local onde estamos hoje, pessoas, dinheiro, tempo, oportunidades) com o foco em cultivar, desenvolver e multiplicar a Sua criação. Em outras palavras, é gerir os recursos que nos foram dados como presentes, sem abusos com o recurso em si ou de modo prejudicial a nós e aos outros, com o foco em fazer o melhor com aquilo que nos foi confiado (seja muito ou seja pouco), buscando e dependendo, sempre, da orientação de Deus, reconhecendo que somos seus mordomos!

Como administrar?

Resposta: Da melhor maneira possível! A administração dos recursos que nos foram dados por Deus deve ser feita com base em boas estratégias e bons formatos, ou seja, da melhor forma possível encontrada para gerir aquilo que nos foi dado. Administrar da melhor forma possível envolve usar planejamento, organização, virtudes e disciplina para que o gerenciamento dos recursos que nos foram dados abençoem o maior número de pessoas possível. Assim, estaremos administrando os recursos que nos foram concedidos por Deus de modo a glorificá-Lo e, como consequência direta, abençoando as pessoas ao nosso redor.

Para quê administrar os nossos recursos da melhor forma possível?

Porque tudo isso tem um propósito claro, definido, imutável e excelente! Administramos os nossos recursos da melhor maneira possível para a honra e glória de Deus! Esse é um propósito irredutível e imutável, pois se trata do melhor e mais suficiente propósito, conforme nos ensina 1 Coríntios 10:31: “Portanto, seja comendo, seja bebendo, seja fazendo qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus”.

Ao fazer tudo o que fazemos, em cada uma das áreas da nossa vida (todas elas, não somente as notoriamente “eclesiásticas”), precisamos aprender a identificar como fazer cada uma dessas coisas para a honra e glória de Deus. Quando faço as coisas buscando fazer o meu melhor, com excelência, para abençoar e amar o meu próximo, seguindo os princípios do Senhor e consagrando tudo a Ele, faço as coisas que tenho que fazer para a glória de Deus.

Em busca de um termo melhor

Ao longo da nossa caminhada na Purpose Paper, temos refletido muito sobre o conceito de produtividade cristã, pois ele envolve muito daquilo que fazemos. Nesse caminho, temos ousado propor um termo que melhor conceitue aquilo que entendemos ser o meio que nos impulsionará a fazer tudo para a glória de Deus. Ao invés de produtividade cristã, temos cunhado o termo propositividade.

Produtividade, segundo nos esclarece o conceito geral, diz respeito à atividade de produzir. Na propositividade, temos refletido, **o foco não está na produção ou no ato de produzir, pois entendemos que os resultados daquilo que fazemos (da melhor forma que podemos fazer) não estão em nossas mãos. O que importa mais é o porquê, a nossa motivação **(para honrar e glorificar a Deus), e o como (o modo, a forma de se fazer). Por esses motivos, temos entendido que um termo que melhor se adequa àquilo que faz com que cumpramos com excelência nosso propósito de glorificar a Deus em todas as coisas é a propositividade: fazer tudo, da melhor forma possível, para a glória de Deus.

Na propositividade, o valor a ser buscado é eterno, não se esvai. É um valor que à medida que é buscado e alimentado, só aumenta. Um valor eterno que sempre nos impulsiona e conta para a eternidade! Entendemos que é assim que Deus nos chama a viver: focados na glória de Deus: “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai, que está no céu” (Mateus 5:16).

E aí, vamos produzir para a glória de Deus?

Deixe um comentário

Por favor esteja ciente que comentários devem ser aprovados antes de serem publicados